seminário Ócio e Contemporaneidade 2014

 

 

VIII SEMINÁRIO ÓCIO E CONTEMPORANEIDADE: 

Os tempos do envelhecer e suas representações contemporâneas

 


APRESENTAÇÃO


O Seminário Ócio e Contemporaneidade consolidou-se como ambiente eficaz para a promoção de debates e a interação entre pesquisadores, estudiosos, professores e público geral; ambos interessados em reflexões, abordagens conceituais e proposições de ações efetivas e transformadoras em torno dos temas centrais de interesse do grupo: o ócio, o lazer, o tempo livre e o trabalho na contemporaneidade. O evento é uma proposição do Grupo de Pesquisa Otium/ Estudos Multidisciplinares sobre Ócio e Tempo Livre, cadastrado no CNPq, e é organizado pelo Laboratório de Estudos sobre Ócio, Trabalho e Tempo Livre (Otium), do Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade de Fortaleza (Unifor).

 

A concepção do evento advém da articulação do grupo com outras instituições de ensino superior, pesquisa e extensão do Brasil, América Latina, e Europa, as quais se debruçam sobre as áreas de interesse e suas transversalidades, visando promover a consciência do valor do Tempo Livre no momento atual que nos atravessa. Tal processo de conscientização faz emergir possibilidades subjetivas geradoras de engrandecimento e protagonismo nas temporalidades hodiernas. Observa-se nesse âmbito temporal que o sujeito do envelhecimento apresenta-se em conflito existencial ao ser confrontado com as consequências da gestão do tempo vivido e da finitude. O Seminário Ócio e Contemporaneidade, portanto, em sua oitava edição, apresenta como temática "Os tempos do envelhecer e suas representações contemporâneas", buscando compreender como os processos de envelhecimento são perpassados pelas temporalidades contemporâneas, por meio de representações socioculturais.

 

O tema do VIII Seminário contempla aportes diversos em torno de estudos e investigações nacionais e internacionais sobre lugares e representações do envelhecimento mediante os constructos de saúde, morte e imortalidade; vazio existencial no transcurso do envelhecer; e perspectivas do ócio no desenvolvimento humano de idosos. A novidade desta edição é retomar a ideia da valorização dos enfoques qualitativos nas pesquisas sobre envelhecimento, dadas as propriedades dos significados do envelhecer neste nosso tempo. Assim, na presente edição, o seminário oferece também dois minicursos como propostas de métodos de pesquisa com enfoque qualitativo, tais quais: “Discurso do Sujeito Coletivo e seus softwares: narratividade, quantificação e informática a serviço da Representação Social” e “Análise de conteúdo em estudos culturais – dimensões epistemológicas, críticas e hermenêuticas”.

 

 

 



VIII SEMINÁRIO ÓCIO E CONTEMPORANEIDADE

TEMA DO EVENTO:
“Os tempos do envelhecer e suas representações contemporâneas.”

 

1º DIA (13.10.2014) – SEGUNDA-FEIRA

MESA DE ABERTURA (14:00) – Auditório A4
- Apresentação artística - Oliveira de Panelas

CONFERÊNCIA DE ABERTURA (14:00) – Auditório A4
- Tema: “Ócio do ponto de vista do desenvolvimento humano nos idosos – um estudo exploratório em Portugal”
- Convidada: Prof.ª Dr.ª Maria Manuel Baptista (Universidade de Aveiro – Portugal)

INTERVALO (16:00)

MINI-CURSO I (16h15) – Auditório A4
- Tema: “Discurso do Sujeito Coletivo e seus softwares: narratividade, quantificação e informática a serviço da Representação Social”.
- Convidado: Prof. Dr. Fernando Lefèvre ( Universidade de São Paulo – USP)

COFFEE- BREAK (18h) – Auditório A4
- Atividade cultural com o artista Oliveira de Panelas.


2º DIA (14.10.2014) – TERÇA-FEIRA

EXPOSIÇÃO DE BANNERS (8h) – Hall do Bloco B

CONFERÊNCIA (8:30h) – Auditório A4
- Tema: O lugar da velhice no continuum da saúde; entre a morte e a imortalidade
- Convidado: Prof. Dr. Fernando Lefèvre ( Universidade de São Paulo – USP)

INTERVALO (10:00)

MESA REDONDA – LABORATÓRIO OTIUM (10:15h)
- Tema: “Tibieza e o vazio existencial no envelhecer contemporâneo”
- Convidados: Prof.ª Ms. Lisieux Rocha (Unifor), Prof. Dr. Francisco Antônio Francileudo (Faculdade Católica de Fortaleza)
- Mediação: Prof.ª Mnda. Selena Sérvio (Unifor)

ALMOÇO (12h)

ATIVIDADE CULTURAL (13h) – Espaço Cultural Unifor
- Visita guiada à exposição Abstrações

MINI CURSO II (14:30h) – Auditório A4
- Tema: “Análise de conteúdo em estudos culturais – dimensões epistemológicas, críticas e hermenêuticas”
- Convidada: Prof.ª Dr.ª Maria Manuel Baptista (Universidade de Aveiro – Portugal)

INTERVALO (17:30h)

ATIVIDADE CULTURAL (18h)
- Atividade cultural com o artista Oliveira de Panelas.

COFFEE- BREAK DE ENCERRAMENTO (18:30h) – Auditório A4
- Lançamento do livro: “Pesquisa qualitativa com enfoque etnográfico” do Prof. Dr. José Clerton de Oliveira Martins (Unifor) e do Prof. Dr. Angel Aguirre Baztán (Universitat de Barcelona – Espanha)
- Apresentação do livro: Prof.ª Dr.ª Maria Manuel Baptista (Universidade de Aveiro – Portugal)

 

 

 

 

 

 



Dr. José Clerton de Oliveira Martins

Doutor em Psicologia (2001) pela Universitat de Barcelona(Catalunya/España). Pós-doutorado (CAPES 2005-2006) realizado na Universidad de Deusto (Pais Basco/España), no seu Instituto Multidisciplinar de Estudios de Ocio/Lazer (IEO), no Doutorado em Ocio/lazer e Desenvolvimento Humano.Professor Visitante/Catedrático do Programa de Doutorado em Estudos Culturais ( tema Ócio, Lazer e Tempo Livre nas Culturas Contemporâneas) das Universidades do Minho e de Aveiro/Portugal, com apoio da Fundação Calouste Gulbenkian (2012/2013). Atualmente está vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade de Fortaleza/Brasil. Investiga sobre: Ócio/Lazer, Experiência de Ócio, Trabalho, Lazer, Temporalidade Social e Tempo Livre, interessando-se também pelas temáticas: Cultura das Organizações, Estudos Culturais, Contemporaneidade, Consumo, Cultura Popular e Folclore. Coordena o Grupo OTIUM/ Estudos Multidisciplinares sobre Ócio e Tempo Livre cadastrado CNPq, o GT. ANPEPP -Ócio, Tempo Livre e Trabalho e o Laboratório OTIUM de estudos sobre ócio, trabalho e tempo livre do PPGPsi/Unifor. É membro da OTIUM - ASOCIACIÓN IBEROAMERICANA DE ESTUDIOS DE OCIO, e da ANPEL - Associação Nacional de Pesquisa e Pós-graduação em Estudos do Lazer - e ANPTUR - Associação Nacional de Pesquisadores em Turismo - BRASIL. Colabora em programas de Graduação e Pós-Graduação no Brasil, Equador, México, Portugal e Espanha.

Dr.ª Maria Manuel Baptista

É Filosofa, pela Universidade do Porto. Mestra em Psicologia pela Universidade de Coimbra e Doutora em Filosofia da Cultura pela Universidade de Aveiro, onde hoje é professora efetiva e dirige atualmente, o Programa de Doutorado em Estudos Culturais, em colaboração com a Universidade do Minho.

Dr.ª Leônia Cavalcante Teixeira (Unifor)

Possui Graduação em Licenciatura em Psicologia pela Universidade de Fortaleza (1988), Graduação em Formação de Psicólogo pela Universidade de Fortaleza (1989), Mestrado em Educação pela Universidade Federal do Ceará (1994-CAPES) e Doutorado em Saúde Coletiva pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro em co-tutela com a Universidade Paris Nord - Paris 13 (2001-CAPES) e Estágio Pós-Doutoral em Psicologia (CAPES) na Universidade Aberta de Lisboa, tendo como professor-colaborador Dra. Natália Ramos, no período de maio de 2009 a maio de 2010. Atualmente é professor Titular Tempo Integral da Universidade de Fortaleza, Bolsista de produtividade do CNPQ (nível 2), lecionando no Programa de Pós-Graduação em Psicologia (Doutorado e Mestrado) e na Graduação em Psicologia, além de ser responsável por disciplinas em cursos de Especialização. Tem desenvolvido pesquisas nas área da Psicologia e da Psicanálise, com ênfase nos seguintes temas: Subjetividades contemporâneas, Psicanálise e Cultura, Psicanálise e práticas de saúde, saúde coletiva e saúde mental, corpo, interdisciplinaridade. Coordena o Projeto de Pesquisa "Psicanálise na interdisciplinaridade: interrogações sobre a teoria, a clínica e o social", ao qual estão vinculados os sub-projetos dos mestrandos, bolsistas e voluntários de Iniciação Científica e alunos de Iniciação à Docência. É membro do Grupo de Trabalho da ANPEPP "Dispositivos clínicos em Saúde Mental".

Dr. José Albio Moreira de Sales

Doutor em História com tese sobre História da Arte pela Universidade Federal de Pernambuco (2001) e estágio de pós-doutorado em Ciências da Educação na Universidade do Porto em Portugal (2009). Mestre em Desenvolvimento Urbano e Regional pela Universidade Federal de Pernambuco (1996), Bacharel em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal do Ceará (1991) e Licenciado em Arte e Educação pela Faculdade Integrada da Grande Fortaleza (2013) . Atualmente é Professor Adjunto M da Universidade Estadual do Ceará. Pesquisador da área de Educação com experiência nas seguintes temáticas: docência e ensino de arte; história da arte;arquitetura escolar e patrimônio artístico e cultural.

Dr. Fernando Lefèvre

Tem graduação em Pedagogia pela Universidade de São Paulo (1969), mestrado em Semiótica pela Universidade de Paris - Sorbonne (1974) e doutorado em Saúde Pública pela Universidade de São Paulo (1990). Atualmente é professor titular aposentado da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo. Tem experiência na área de Saúde Coletiva, com ênfase em Saúde Pública, atuando principalmente nos seguintes temas: comunicação social em saúde, promoção de saúde, discurso do sujeito coletivo, pesquisa qualitativa, representação social da saúde e da doença e metodologia qualitativa.É criador do método do Discurso do Sujeito Coletivo e dos softwares Qualiquantisof e QLQTonline. Tem bolsa de produtividade do CNPQ.Membro do GT de Comunicação Social da Abrasco A partir de março de 2012 é Professor Senior da Faculdade de Saúde Pública da USP e-mail This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

Dr. Francisco Antônio Francileudo

Doutor em Psicologia pelo PPG-PSI - (UNIFOR). Mestre em Psicologia pela Universidade de Fortaleza (UNIFOR). Pós-graduação em Neuropsicologia pela Unichristus. Membro do GT Ócio, Tempo Livre e Trabalho da ANPEPP (Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Psicologia), Membro do Grupo de Pesquisa OTIUM / Estudos Multidisciplinares sobre Ócio e Tempo Livre, do Grupo de Pesquisa Sofrimento Psíquico: Sujeito, Sociedade e Cultura e do Grupo de Pesquisa: Um olhar interdisciplinar sobre a subjetividade humana. Psicanalista, Licenciado em Ciências da Religião pela UVA, Bacharel em Filosofia e Teologia pelo ITEP (Instituto Teológico-Pastoral do Ceará). Atua principalmente nos seguintes temas: Psicanálise, Família, Subjetividade, Contemporaneidade, Ócio, Lazer e Tempo Livre, Tempo Social, Cultura, Antropologia Filosófica e Psicologia da Religião. Atualmente é professor e Diretor Administrativo da Faculdade Católica de Fortaleza (FCF), Diretor/Presidente da Cáritas Arquidiocesana de Fortaleza e Formador e Ecônomo do Seminário Arquidiocesano São José - Teologia.

Ms. Lisieux D'Jesus Luzia de Araujo Rocha

Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade de Fortaleza (UNIFOR). Mestre em Psicologia pela Universidade de Fortaleza (UNIFOR) - (bolsista FUNCAP: 2008-2009). Graduada em Psicologia pela Universidade de Fortaleza (UNIFOR) - (bolsista CNPQ: 2004-2006). Coordenadora de Especialização e professora da Graduação e Pós-Graduação da Faculdade Católica de Fortaleza (FCF) - (Fortaleza-CE/Brasil). Coordenadora adjunta do Laboratório OTIUM (Laboratório de Estudos sobre Ócio, Trabalho e Tempo Livre), filiado ao Programa de Pós-Graduação em Psicologia da UNIFOR (Universidade de Fortaleza-CE/Brasil). Membro do Grupo de Pesquisa OTIUM/Estudos Multidisciplinares sobre Ócio e Tempo Livre e do Grupo de Trabalho (GT) Ócio, Tempo Livre e Trabalho da ANPEPP (Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Psicologia).

Mnda. Selena Sérvio

Graduada em Psicologia pela Faculdade Integral Diferencial- FACID (PI), foi bolsista do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica- PIBIC. Foi membro do Centro Acadêmico de Psicologia da Facid. Atualmente é mestranda do Programa de Pós-graduação em Psicologia da Universidade de Fortaleza- Ceará/ Brasil (UNIFOR). Bolsista pela Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Membro do laboratório OTIUM Laboratório de Estudos Sobre Ócio, Trabalho e Tempo Livre, do Programa de Pós-Graduação (Mestrado e Doutorado) em Psicologia, da (UNIFOR). Tem experiência nas seguintes áreas: Psicologia Clínica, Psicodiagnóstico e Saúde Mental. Vem pesquisando e atuando principalmente nos seguintes temas: Prevenção do Suicídio, Tédio e Tentativas de Suicídio em Idosos, e Envelhecimento na contemporaneidade.

Oliveira Francisco de Melo

Poeta, Respentista, escritor e cantador com mais de 40 anos de experiência em shows e eventos. Ex-radialista, trabalhou divulgando as artes do cordel como simbolo de resistencia  e costume dos nordestinos.Participou de diversas campanhas publicitárias promovidas por minitérios e secretarias, tais como anistia, reforma agrária, campanhas de prevenção, arte e saúde, etc. Participou de 298 (duzentos e noventa e oito) Congressos de Cantoria do repente, sendo classificado em primeiro lugar em 185 deles. Cantou para presidentes de países estrangeiros a exemplo: de Mário Soares e Fidel Castro e outros presidentes brasileiros, além de várias personalidades do mundo artístico, político e social. Escreveu mais de dez livros sobre cordel e sobre poesia. Escreveu diversos cordeis. Presidiu por 8 anos, a Associação de Poetas Repentistas do Brasil, sediada em João Pessoa. Promoveu do primeiro ao décimo primeiro Encontro Nacional de Poetas Repentistas do Brasil. Tem trabalho reconhecido internacionalmente pela imprensa da Portugal, Cuba, França e Estados Unidos, quando esteve se apresentando em 1996, 1997, 1998 e 2001, respectivamente. É Conselheiro de Cultura do Estado, em nome da arte, da cultura e da Paraíba. Em 1997, foi vencedor do Primeiro Campeonato Brasileiro de Poetas Repentistas,e, em 2001, venceu o 1o. Desafio Nordestino. Ministra palestras e simpósios sobre o cordel e a história da cantoria e do repente, faz cantoria-espetáculo e apresentações didáticas para eventos, escolas e universidades, é mestre cerimonial animador.